Os pés dos diabéticos, dos idosos e de todos os pacientes em Hemodiálise são muito sensíveis e estão sujeitos com muita facilidade a feridas e infeções. Estas feridas e infeções são muito incômodas, perigosas e dificeis de tratar.

O que é um Podologia?

A Podologia é uma área da saúde que estuda, previne, diagnostica e trata como as alterações dos pés e suas repercussões no corpo humano.

Quais são as doenças podológicas mais comuns?

  • Micose Interdigital (Pé-de-Atleta ou Frieira).
  • Dermatomicose (fungos da pele).
  • Onicocriptose (Problemas com unhas encravadas).
  • Onicogrifose (engrossamento irregular da unha).
  • Queratopatias (calos, calosidades).
  • Onicomicoses (micose das unhas).
  • Pé Plano (quando a curvatura do pé não é uma ou não existe).
  • Pé Valgo (quando o calcanhar se inclina para a parte interior do pé).
  • Hiperidrose (transpiração em excesso).
  • Verrugas Plantares. Tumor benigno produzido pela proliferação das papilas na superficie da pele.
  • Joanetes
  • Esporão do calcâneo (Ossificação localizada na face plantar ou posterior do calcanhar).
  • Dedos em garra.
  • Pé Diabético.
  • Úlceras / Feridas.
  • Gretas / fissuras.

CUIDADOS REGULARES COM OS SAPATOS

Antes de calçar os sapatos, inspecionar o interior com a mão, segurando corpos estranhos (areia, pedras).

Cuidados a ter com os pés

  • Observe as calorias, a planta, o calcanhar e os espaços entre os dedos, para ver se há zonas de cor diferentes, borbulhas, fissuras, calosidades, inchaços. espelho Se tem dificuldade de esperar por uma ação de outra pessoa.
  • Lave os pés todos os dias, durante dois ou três minutos (não os “ponha de molho”), usando sabonete neutro e água tépida, verificando sempre a temperatura da água. Seque-os muito bem, em particular nas zonas entre os dedos. Aplique um creme hidratante na planta e no dorso (não entre os dedos), massajando bem.
  • Use uma lima de cartão para desgastar as unhas, movimentando-a em linha recta de um lado para o outro.
  • No verão não use sapatos sem meias. Use meias de algodão sem costuras, que não apertem nas pernas.
  • Use sapatos confortáveis, adaptados ao seu pé, de forma que não são garantidos, que exercem pressão excessiva. Os sapatos fechados protegem mais os pés de “pancadas” quer de pedras ou areias.
  • Antes de calçar os sapatos, verifique com a mão, não há mais nenhum material dentro deles.
  • Nunca ande descalço.
  • Com frio não aqueça os pés com botijas nem escalfetas. Use meias de lã
  • Nos calos não use calicidas nem outros produtos semelhantes. Pesquise regularmente uma tendência dos seus pés.

Cuide dos seus pés! Quando já estão infectados ou infectados!

Extraído: www.portaldadialise.com